sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Conselho de uma mulher experiente

Recebi este texto de uma amiga muito querida, é de autoria desconhecida.

- - - - -

Uma jovem esposa bebericava chá gelado durante uma visita a sua mãe. Ao conversarem sobre a vida, o casamento, as responsabilidades da nova vida, as obrigações da pessoa adulta, a mãe remexia pensativamente os cubos de gelo no seu copo e lançou um olhar claro e sóbrio para sua
filha.

- Nunca esqueça de suas "Irmãs" - aconselhou - Serão mais importantes na medida em que você envelhecer. Independentemente, do quanto você ame seu marido, os filhos que porventura venham a ter, você sempre precisará de "Irmãs".

Lembre-se de, ocasionalmente ir a lugares com elas ; faça coisas com elas; telefone para elas ... "Lembre-se que 'Irmãs' significa TODAS as mulheres... suas amigas, filhas e também todas as suas demais parentes.

"Você precisará de outras mulheres".

Que estranho conselho!, pensou a jovem. Pois não acabo de me casar? Não acabo de ingressar no mundo dos casados? Agora sou uma mulher casada! Uma adulta! Com certeza meu marido e a família que iniciaremos serão tudo que necessito para dar sentido à minha vida!

Contudo, ela seguiu o conselho da mãe. Manteve contato com suas Irmãs e anualmente aumentava o número de amigas. Na medida em que os anos se passavam, um após o outro, paulatinamente ela foi compreendendo que sua mãe, de fato, sabia do que falava.

O tempo vai operando mudanças e mistérios. As "Irmãs" são baluartes de sua vida. Após mais de 50 anos de existência neste mundo, eis o que aprendi: O Tempo passa. A vida acontece. A distância separa. As crianças crescem. Os empregos vão e vêem. O amor fica mais frouxo e
desaparece. Ou perdura e traz a solidão com a viuvez.

O coração se rompe. Os pais morrem. Os colegas esquecem os favores. As carreiras terminam. MAS... As "Irmãs" estão lá, não importa quanto tempo e quantos quilômetros estão entre vocês.

Uma amiga nunca está mais distante do que o alcance de uma necessidade. Quando você precisa caminhar naquele vale solitário e precisa fazê-lo só, as mulheres de sua vida estão na beira do vale, impelindo-a a prosseguir, rezando por você, torcendo por você, intervindo em seu favor, esperando-a de braços abertos no final do vale.

Às vezes romperão até as regras e caminharão ao seu lado... Ou entrarão para carregá-la para fora. Amigas, filhas, netas, noras, irmãs, cunhadas, mães, avós, tias, sobrinhas, primas, e a família
extensa, todos abençoam nossa vida! O mundo não seria o mesmo sem mulheres, nem tampouco eu.

Quando iniciamos esta aventura chamada condição feminina, não sabíamos das incríveis alegrias ou tristezas que estavam adiante. Nem sabíamos o quanto precisaríamos umas das outras. A cada dia que passa mais precisamos de nós mesmas.

- - - - - -

Dedico este texto às mulheres importantes e amadas da minha vida: minha mãe, minha irmã Ana Amélia, subrica fofa Bellinha, manas Kamilla e Karinna. Gêzinha. Minha avó Eilah.

Dedico também à minha família do coração: Adri, sempre tão presente.
Eliraci, Mariângela, a turma de ITJ. Marycota, Sammy Baby, Renata.
Val Camargo, a tanto tempo perdida e agora reencontrada...

E dedicatória especial vai pra minha irmandade da Nosso Patch: Isis, AninhaP, Vera Pagano, Marilena, Nini, Telminha, Rosanes (Sarmento e Mortensen), Rejanerella, Li Coisinha, Isabela, Izabela, AnaC, Marisa Lopes, MariPaiva, Fabi, Wanilda, Jane, Catia, Poli, Ana Maria e todas as meninas que me acompanham nas viagens artísticas por lá... ;-)

Minha vida é bem melhor por vocês estarem nela!!! Obrigada!!! :-D

7 comentários:

Valeria disse...

Ai, adorei ver meu nome nesse seu post!!!!!
obrigada dear friend, agora mais amiga do que eu podia imaginar 20 anos atrás.

love, valéria

Claudia (tricotando2005@yahoo.com.br) disse...

Lia,
Adorei o seu blog... interessante, inteligente... parabéns! Te conheci pelo Ravelry (vc me deu a dica de comprar pela net e mandar entregar no hotel - nos EUA)... que bom que eu te conheci!
beijo,
Claudia

Rosi disse...

Lia querida!!!Que bonito esse texto!Vou guardar e mandar prás minhas irmãs...
Bom,vim te dizer que terminei e feltrei a French Market Bag e ficou "UÓTIMA",virou minha sacola de compras,e cabe quese o mercadinho inteiro dentro.O pessoal não acredita quando eu digo prá eles colocarem tudo dentro dela,dispensando as sacolinhas plásticas.E cabe mesmo!!!
Já recebi até encomenda dela,que vai morar em Petrópolis,no RJ.
De novo eu te agradeço a gentileza de ter traduzido e adaptado a receita prá nós.
Beijoconas grandes,
Rosi

Adriane disse...

Lia,

esse texto traduz fidedignamente o sentimento que existe entre amigas que realmente o são.

quando se diz, Irmãs, para mim, é explicito teu nome e teu rosto, que és a irmã que conheci nessa vida.

beijos

amo vc

Valda disse...

Que lindo esse texto! exprime muito bem o valor da amizade! Valda.

raquel avelar disse...

estou pesqisando sobre wicca e vi seu blog gostaria de informaçoes moro em MG como faço para entrar nessa religiao

Rosane disse...

Lia querida,ganhei de niver dos meus filhotes um note book e hoje estou o dia inteiro sentadinha no sofá me divertindo com o meu brinquedinho.E eis que vejo o meu nomesinho no seu blog.Adorei!!!!Tudo que vc faz é lindo e de bom gosto!BeijinhosRosane